Alimentação saudável para criança

Curso + Saudável em 4 semanas

Implementar uma rotina de alimentação saudável para criança, às vezes, pode parecer uma batalha difícil, não é mesmo? No entanto, entrar nessa luta é extremamente importante e vou te contar porquê.

Índice de conteúdos

Como deve ser a alimentação na fase infantil?

Uma alimentação saudável é importante em todas as idades, especialmente na infância, onde são necessários nutrientes específicos e adequados para que os pequenos possam crescer saudáveis ​​e fortes, além de reduzir o risco de desenvolver doenças como: diabetes tipo 2, doenças cardíacas, colesterol alto, anemia e até mesmo cárie dentária. 

Uma boa alimentação ajuda não somente o sistema imunológico a combater as doenças de forma mais rápida e eficiente como também melhora a qualidade do sono, disposição, humor, concentração e aprendizado escolar.

Além de tudo isso, também pode ajudar a estabelecer uma base para hábitos alimentares saudáveis que seu filho ou filha poderão aplicar ao longo de toda a sua vida.

Alimentação saudável para criança - por nutri Cinthia Assemany
É essencial oferecer uma alimentação saudável na infância. Certamente, um cardápio variado e nutritivo vai ajudar é importante para a criança.

10 passos para uma alimentação saudável para crianças

Uma maneira de garantir que as crianças recebam os nutrientes que precisam para seu pleno desenvolvimento é seguir algumas regrinhas básicas que nos ajudam a fazer melhores escolhas.

Pensando nisso, o Ministério da Saúde lançou há alguns anos o Guia Alimentar para a População Brasileira e o Guia Alimentar para Menores de 2 anos onde listou os principais passos para uma alimentação
saudável. Inspirada nestes 2 guias, fiz uma lista com os 10 principais passos que considero mais importantes para uma alimentação infantil saudável.

  1. Fazer de alimentos in natura ou minimamente processados a base da alimentação da criança.
  2. Utilizar óleos, gordura, sal e açúcar em pequenas quantidades ao temperar e cozinhar alimentos.
  3. Limitar o consumo de alimentos processados e evitar o consumo de alimentos ultraprocessados,
    especialmente refrigerantes e outras bebidas açucaradas.
  4. Estabelecer uma rotina alimentar adequada, adaptada, respeitando os sinais de fome e saciedade da
    criança e bem distribuída em relação aos horários das refeições.
  5. Zelar para que a alimentação da criança ocorra em ambiente apropriado, tranquilo, preferencialmente
    sem telas e que seja um momento de experiências positivas, aprendizado e afeto junto à familia.
  6. Desenvolver, exercitar, estimular e partilhar habilidades culinárias com a criança, desde uma ida
    mercado ou feira até o preparo das refeições em casa.
  7. Cuidar da higiene em todas as etapas da alimentação da criança e da família.
  8. Oferecer à criança alimentação adequada e saudável também fora de casa.
  9. Aprender e tornar hábito a leitura dos rótulo dos produtos.
  10. Proteger a criança da publicidade de alimentos.

Mais dicas de como manter uma alimentação saudável na infância

Alimentação saudável para criança - por nutri Cinthia Assemany

Além destes passos, outras dicas também são importantes:

A forma de preparo faz toda a diferença

A maneira como você cozinha e prepara os alimentos pode afetar o seu valor nutricional. Por exemplo, tente grelhar, cozinhar no vapor ou assar os vegetais em vez de fritá-los ou fervê-los. Se ferver, utilize a água do cozimento para outras preparações como sopa, arroz ou macarrão.

Ensine a criança a fazer boas escolhas

Que tal sugerir uma variedade de 2 ou 3 lanches saudáveis e pedir que elas escolham qual querem comer naquele momento. Ou deixe que eles escolham algum acompanhamento do almoço ou jantar e quando tiverem mais prática, podem escolher a refeição toda.

Dessa maneira, eles se sentirão parte do processo e assim se interessarão mais pela alimentação da família.

Variedade é essencial!

Encontre alimentos nutritivos que as crianças gostem, a natureza nos dá tantas opções, não dá pra dizer que a criança não gosta de nada. Alimentos diferentes fornecem nutrientes diferentes, portanto, certifique-se de que seu filho receba uma boa variedade deles.

Varie também as formas de preparo e apresentação para evitar que a criança enjoe dos alimento consumidos mais frequentemente.

Comer pode ser muito divertido

Sempre que possível, mude os utensílios como pratinhos, copos, talheres, utilize palitinhos, guardanapos coloridos e itens diferentes… criança adora novidade e isso já muda a carinha do alimento servido.

Seja o exemplo!

As crianças são como espelhos, copiam tudo o que fazemos, por isso elas precisam ver os pais comendo os alimentos saudáveis oferecidos à elas para que se sintam confiantes em experimentar.

Não force a criança a comer

Ofereça alimentos saudáveis sempre, mas nunca force uma criança a comer, o papel dos pais é oferecer alimentos de qualidade e aumentar o repertório alimentar da criança a quantidade quem decide é ela.

Explique o porquê é importante se alimentar bem

E por fim, ensine a importância de uma boa alimentação e ajude seus filhos a estabelecer hábitos alimentares saudáveis. Quanto mais a criança entende sobre os alimentos e aprende a perceber como os nutrientes podem ajudá-la a crescer forte e saudável, mais entusiasmada ela ficará com a sua própria alimentação.

Quer saber mais sobre alimentação infantil?

Acompanhe todos os conteúdos no nosso site clicando aqui e siga o Instagram da nutri Cinthia Assemany para conferir as super dicas.

Loja naminhapanela

By Cinthia Assemany

Nutricionista especializada em nutrição materno infantil. Acredita que a formação de hábitos alimentares saudáveis deve começar cedo, de forma leve, lúdica e descomplicada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *